sexta-feira, 30 de janeiro de 2009

Assalto a café em Vila Chã, Barreiro

ASSALTO À MÃO ARMADA VIOLENTO EM CAFÉ DA VILA CHÃ (BARREIRO)
Um grupo de indivíduos assaltou um café em Vila Chã, no Barreiro.
Quando se identificou aos assaltantes, o agente à civil da PSP levou logo com uma cadeira na cabeça. "Esta gente está a tomar conta disto. E ninguém faz nada para os prender." As palavras são de Lídia Rodrigues, proprietária do café Coffee Time, em Vila Chã, no Barreiro, que terça-feira, dia 27 à noite voltou a ser assaltado de forma violenta. Desta vez por um grupo de 15 jovens – "nenhum deles tinha mais de 18 anos" – que, pelas 21h30, invadiu o estabelecimento e, com recurso a armas de fogo e violência extrema, agrediu os funcionários e clientes. Entre eles um polícia.
"O primeiro do grupo entrou e, calmamente, encostou-se ao balcão. Mas logo a seguir entraram os outros todos. Começaram a revistar clientes e levaram tudo o que apanharam. Telemóveis, carteiras, dinheiro e até um computador de um miúdo que estava aqui com o pai", recorda Lídia Rodrigues.
Nas imagens de videovigilância, a que o CM teve acesso, vê-se um dos elementos do gang a apontar uma pistola à cabeça de um cliente. Este, perante a ameaça, não resistiu. Foi revistado e viu todos os seus bens serem retirados dos bolsos sem qualquer hipótese de reacção.
Na mesma altura, três jovens dirigem-se à caixa registadora. Tiram o dinheiro e, enquanto saem de trás do balcão, deitam mão a tudo o que vêem: pastilhas, rebuçados, chocolates.
Dos 12 clientes que estavam àquela hora no café, a única pessoa a esboçar qualquer reacção foi um agente da PSP, que quando começou a ser revistado puxou da carteira e mostrou o crachá. O grupo retraiu-se por momentos, mas o sentimento de força levou-os a pegar em cadeiras e a atirá-las ao agente e amigos.
O violento assalto demorou apenas um minuto e o gang saiu do estabelecimento a pé, na direcção do Vale da Amoreira. A GNR de Vila Chã foi contactada de imediato, mas, de acordo com os relatos, "só chegou 15 minutos depois. O posto da Guarda fica a apenas cerca de um quilómetro de distância do café.
O café Coffee Time foi alvo de outro assalto à mão armada a 2 de Dezembro.

Fonte - "Correio da manhã"

Sem comentários: