domingo, 18 de janeiro de 2009

Detido pela PSP do Montijo suspeito de 80 furtos

IA DE BARCO ASSALTAR CASAS
Um homem morador em Chelas, Lisboa, apanhava o barco para o Montijo para assaltar residências.
Com o produto dos furtos, voltava para casa calmamente de transportes públicos. Desde Novembro do ano passado assaltou mais de 80 apartamentos na Margem Sul, mas foi ontem detido pela PSP.
Na madrugada de onte (sexta-feira), elementos da Brigada de Investigação Criminal da PSP do Montijo interceptaram um homem, de 40 anos, a preparar-se para roubar um apartamento. Foi detido, acabando por confessar ter realizado cerca de 80 furtos em residências no Montijo e em Setúbal, é ainda suspeito de ter realizado o mesmo tipo de crime no Barreiro.
O homem introduzia-se nops apartamentos principalmente escalando os edifícios e entrando por janelas abertas.
Na maioria dos assaltos, os inquilinos encontravam-se no seu interior.
A PSP conseguiu recuperar grande parte dos artigos roubados.
.................................................................................
Arrested by the PSP Montijo suspected of stealing 80
Committed robberies by boat
A man living in Chelas, Lisbon, take the boat to the Montijo to rob homes.
With the proceeds of theft, returned home quietly to public transport. Since November last year robbed more than 80 apartments in the southern margin, but was arrested yesterday by the PSP.
Source of the night (Friday), elements of the Criminal Investigation Brigade of the PSP's Montijo intercepted a man, 40 years old, preparing to rob an apartment. He was arrested and eventually confessed to have carried out about 80 thefts in homes in Montijo and Setúbal, is also suspected of having performed the same type of crime in Barreiro.
The man was introduced nops apartments mainly climbing by entering the buildings and open windows.
In most robberies, the tenants were found inside.
The PSP managed to recover much of the stolen.

Fonte - "Correio da manhã"

1 comentário:

André disse...

e ai tche- sou brasileiro/roubar aqui é sobrevivencia/ ainda nao conheço lisboa/portugual e provavelmente nao venha a conhece-los - nao por outros problemas que nao seja a falta de disposiçao para viajar / nao tenho mais saco para enfrentar viagens longas/ onde moro existem dezenas de ocorrencias diarias de homicidios/latrocinio e roubos como algo natural - quando voce sai de casa voce nunca sabe se vai voltar/ são dois mundos e gosto daqui - acho comico alguem assaltar e nao existir vigilantes ou milicias cuidando residencias - a diferença de culturas - um amigo meu 0 o aluizio jogou no porto nos anos 80/ sou torcedor do Inter/POA - conhece? abraço e post bem pitoresco.