terça-feira, 25 de agosto de 2009

Incidentes e violência na Quinta da Princesa, Seixal

Para quando rédea curta para estes bairros sociais que não passam de antros de violência?

À entrada do bairro encontram-se contentores queimados e foram incendiadas cerca de dez viaturas, na noite passada, conforme afirmam alguns residentes no bairro, os distúrbios foram desencadeados por uma intervenção policial no domingo à noite, que precipitou a indignação dos moradores.Alguns afirmaram que no domingo, a polícia terá agredido alguns habitantes por causa do roubo de uma mota que, afinal, não se tinha verificado.

O comunicado emitido entretanto pela PSP dá conta de que um carro-patrulha se dirigiu ao bairro pelas 02:30h desta madrugada, porque recebeu uma chamada indicando que estavam a arder duas viaturas numa praceta do bairro.

Segundo o comunicado, a PSP foi recebida à pedrada e com cocktails 'molotov', perante o grau de violência, foram de imediato deslocados reforços da PSP para controlar a situação, depois, a PSP indica que foram disparados tiros contra a patrulha, que respondeu com "tiros proporcionais ao índice de violência verificada"No comunicado lê-se ainda que "a situação acabou por ser controlada cerca de uma 1 hora depois, circunscrevendo o prédio de onde haviam partido os disparos."A PSP fez saber que "permanecerá no local com o efectivo necessário para garantir a manutenção da ordem".À comunicação social, a polícia fez um primeiro balanço em que indicou que há um detido e 12 pessoas referenciadas.

Está montado um grande aparato policial na Quinta da Princesa. Largas dezenas de polícias do Corpo de Intervenção da PSP encontram-se no local a vigiar as ruas e revistar quem queira entrar no bairro. Há literalmente um polícia em cada esquina.

O bairro da Quinta da Princesa é considerado pela Divisão da PSP de Setúbal como um dos mais problemáticos do distrito.

Fonte: "DN"

Sem comentários: