terça-feira, 13 de setembro de 2011

Portugal e a caridadezinha

Ele está que nem peixinho na água !
Tal como em tempos idos, levam-se as pessoas à pobreza e depois ajuda-se.
Eles gostam tanto de pobrezinhos que estão a fazer mais.
Apoio Social Extraordinário ao Consumidor de Energia.
A nova medida do Programa de Emergência Social que é anunciada hoje pelo ministro da Segurança Social, Pedro Mota Soares.
Nas facturas mensais das famílias mais necessitadas, a medida vai representar uma redução de 6% na despesa de gás natural e de 2% na electricidade.
O Ministério da Segurança Social estima em 700 mil as famílias que serão beneficiadas com a redução da fatura na eletricidade e 150 mil as que irão ter direito ao desconto no consumo do gás.
A avaliação de quem mais necessita será feita através do cruzamento de dados entre o Instituto da Segurança Social e as operadoras dos serviços, porque o consumo médio de energia também será tido em conta.
Na prática, um consumidor que paga em média 30 euros por mês de electricidade terá direito a um desconto de cinco euros, ou seja, de 55 euros por ano.

Sem comentários: