sábado, 31 de dezembro de 2011

Mata prostituta e dorme com cadáver, na Baixa da Banheira

Um pedreiro reformado, de 62 anos, estrangulou até à morte
uma prostituta de 35, na Baixa da Banheira, Moita.
Uma discussão violenta sobre o preço do serviço sexual terá,
segundo o agressor, originado o crime.
O homicida guardou em casa o cadáver durante dois dias,
tendo mesmo dormido com ele, e só ontem a PJ de Setúbal
anunciou a detenção do ex-pedreiro, e a sua prisão preventiva.
Divorciado e pai de um filho emigrante, o ex-pedreiro disse às
autoridades ser cliente habitual da prostituta.
Toxicodependente, a mulher aceitou, na última segunda-feira,
mais um serviço na casa do reformado, que no entanto, não gostou
que a mulher subisse o preço que cobrava habitualmente pelas
relações sexuais.
Afirmando ter-se defendido de uma agressão da vítima, o homicida
disse tê-la estrangulado até à morte.
Só na quarta--feira é que o ex-pedreiro foi à PSP confessar o crime.

Sem comentários: