domingo, 18 de dezembro de 2011

Passos Coelho (O Coveiro da Democracia)


Passos Coelho admite que os professores portugueses podem olhar para o mercado da língua portuguesa como uma alternativa ao desemprego que afeta a classe em Portugal.
"Em Angola e não só, o Brasil também tem uma grande necessidade, ao nível do ensino básico e secundário, de mão de obra qualificada", respondeu o primeiro-ministro quando questionado se aconselharia os professores excedentários em Portugal a abandonar a sua zona de conforto e procurar emprego noutro sítio.
"Sabemos que há muitos professores em Portugal que não têm, nesta altura, ocupação. E o próprio sistema privado não consegue ter oferta para todos. Estamos com uma demografia decrescente, como todos sabem, e portanto nos próximos anos haverá muita gente em Portugal que, das duas uma, ou consegue, nessa área, fazer formação e estar disponível para outras áreas ou, querendo manter-se, sobretudo como professores, podem olhar para todo o mercado de língua portuguesa e encontrar aí uma alternativa", disse o primeiro-ministro.

TALVEZ ESTEJA NA HORA DESTE GAJO EMIGRAR ELE SIM.
TALVEZ PARA A FRANÇA, OU MELHOR AINDA PARA A ALEMANHA !!!!
E JÁ AGORA LEVE O CAVACO TAMBÉM, POIS NADA CÁ FAZ.

Sem comentários: